sábado, 4 de abril de 2015

Eis a obra Demolidora de corações.RESENHA.


ROMANCE PELO ROMANCE.
Por: Germano Gonçalves.

Resenha do livro da escritora Jussara Carvalho obra “Demolidor de corações”, também conhecida como a escritora de Paraisópolis.
Porque romance pelo romance, apenas o titulo dessa resenha achei interessante e de suma importância coloca-lo, pois Carvalho também é escritora de romances do tipo livros com uma história grande, mas nesse aqui o amor romanceiro está presente em todas as páginas, em todas suas poesias, posso até dizer em versos por versos, as quais eu notei, e quem ler o livro certamente notará também.
Então vamos lá tentar mais uma resenha e está me emocionou, pois ao sentir o título do livro de Carvalho, já nos remete as coisas do coração, coisas do amor e do sentimento alado, traz também a convivência a dois, como algo mágico e fundamental na vida do ser humano, nos leva a acreditar que existe sim o príncipe encantado como a princesa em seu castelo, como pode observar logo de inicio com a poesia “Dê-me uma chance”, e em sua obra o amor está a toda prova. A solidão, a carência e a dor estão presentes nos versos da obra: “Demolidor de corações”, mas não como uma coisa melancólica em estado mórbido de tristeza e depressão, mas sim como algo que nos mostra que só o amor é capaz de superar as barreiras tanto da perda como das decepções amorosas, como se pode observar em; “Cansada”, poesia que nos remete, a saber, a hora de jogar a toalha e partir pra outra, e assim vamos passando as vistas na obra de Carvalho nos, deparamos com o poema “Demolidor” que se junta ao coração no título da obra, e afirma o que eu frisei nessas linhas, não é uma poesia de desgosto, pesar ou tristeza no amor, pois em seu verso; “Alguém diz que morri”, nos dá o entender de que sobreviveu a paixão perdida, o amor não contribuído, e isso pelo que observei em sua obra Carvalho sabe fazer muito bem.
Mostra sim em suas estrofes as consequências do amor, a loucura, os delírios, os sonhos, o bem e o mal, a febre, o imaginário e até a zombaria no amor, mas como disse sabe colocar essa carga de elementos amorosos muito ricos em seus versos, ao menos nessa obra soube usar o amor sem explorar o sexo propriamente dito e sim a paixão, que faz ligação direta com esse amor que a autora nos quer transmitir que ele existe, e pode ser encontrado, talvez por ser merecedor do título “Demolidor de corações”, nos deparamos com dois sentidos para o adjetivo “demolidor”, uma é quando o amor é demolido por terminar uma grande paixão, e outro quando a paixão vem fervendo, e chega demolindo tudo, como ela mesma afirma no verso de seu poema “Viver com paixão”.
Entre os amores e paixões demolidoras, Carvalho também nos chama a atenção para o amor da família, sem se esquecer do lar dizendo que o amor de família é um amor de lealdade, pois se ama uma família e ao conhecer um grande amor, é preciso fazer a diferença e colorir o lar, isto está em sua poesia denominada de “Realidade”, e podemos notar que Carvalho escreve aquilo que existe efetivamente; real, não sei se poderíamos colocar na fase da literatura realismo ou romantismo, mas na contemporaneidade ela descreve muito bem essas duas escolas literárias, e o que ainda me fascina tanto na obra como na autora, é que ela é de uma periferia, triste, vazia, com seus problemas sociais, e arruma tempo para falar de amor para as pessoas, e se identifica como escritora e faz por onde mostrar todo seu talento como escritora que o sonho que ela persegue desde seus 14 anos de idade.
Hoje com vários livros publicados independentes, se divide em tarefas de editora, escritora, ilustradora das capas e vendedora de seus livros, na comunidade e nos saraus que frequenta e vai anunciando suas obras que já são velhas conhecida de um grande publico leitor que apreciam seus escritos, entre poesias, romances e livros infanto-juvenis.
Ler um livro que se trata de amor e se divertir seria ironia, mas com a obra de Carvalho quem ler vai se divertir sim, pois a estética que ela nos propõe, nos marca com sua criatividade de colocar os versos e suas estrofes de maneira que facilita a leitura, talvez por isso que o leitor vai se divertir ao ter o prazer de ler um de seus trabalhos, além de claro vão nos emocionar, muito com as cargas ricas de elementos poéticos que coloca em suas poesias, isso faz com que percebamos que escreve porque ama o que faz, porque tem a inteligência de colocar as palavras no papel e dar vida a elas, como também faz com que sua obra seja viva, pois usa de uma imaginação que é só dela, é uma poetisa que tem sim um dom das letras, lógico que sabemos que tem muito esforço, trabalho e dedicação. 
E apara finalizar passando as vistas em seus escritos, poemas e observando sua estética, ariscar-me-ia a dizer que se Carvalho se lançar no gênero do soneto vai se der muito bem, pois se encontra em algumas poesias uma aparência que se tomar uma forma mais conjunta pode-se tornar versos decassílabos, e por que não escrever versos nesse estilo já se iniciando nos sonetos, pois eu em particular admiro muito os sonetos de amor, mas isso é só uma dica, para quem escreve tão bem como Carvalho não é surpresa nenhuma se já não arriscou alguns sonetos, pois Jussara Carvalho tem sim a arte de escrever.
Quem quiser entrar em contato com a escritora segue os contatos:



Um comentário:

Jose Pessoa. jseverinop@gmail.com disse...

05 04 15
domingo de pascoá.
bom dia germano.
Agradeço pela sua resena sobre o meu trabalho;
Eu li a resenha e fiquei muito feliz por a importância que você deu ao meu trabalho, maravilha, agradeço por você dar a atenção a esse trabalho, foi um trabalho, uma vontade de mostrar que eu não tive muito estudo , mas a vontade de mostrar ago
de importante sobre o desejo de ler e escrever, eu tenho lido muitos livro e a cada dia estou ficando mais informado, estou preparando outro trabalho, mas de poema coisa que eu só vim a descobrir que depois de ler muito eu estou descobrindo muita coisa que eu não sabia que existiam tanta coisa bonita e gostosa de ler , de participar, como pelo menos os saraus, os livros de tanta pessoas sem esse blá, blá blá,não precisa cer um escritor de tanto nome,para cer um escritor de fama, de coragem ,de trabalhos importante como o seu ,o meu ,do Escobar do Alan Regis, do Akira e muitos outros escritores que eu tenho conhecido muitos escritores que estão entre nos, que vale a pena ler os trabalhos desas pessoas tão interessante como a terê por terê, Uma pernambucana , que veio de lá do Pernambuco assim como eu, que sofre-o pra arrumar a vida, porque lá na terra dela também teve dificuldade de aprender com eu, eu quando lembro desse tempo , eu choro por lembrar, eu choro por ter tanta vontade de ir a escola e a resposta que eu tinha era não,mais eu consegui vencer o meu pai paló cansaço, ate que ele me deixou ir a escola. aprendi pouco,mas o suficiente para saber que a leitura é uma das coisas mais importante desse mundo, não do Brasil,de todas as pessoas, quem não sabe ler é sego, não de visão mas de conhecimento.E nisso que eu me baseio, e tenho a certeza que a leitura em primeiro lugar no mundo, ante de Deus.