quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Salve-se quem puder. (Os interesses)

OS INTERESSES.
Por: Germano Gonçalves.

Sempre um assunto! 
Vou colocar aqui neste espaço a partir de hoje comentários a respeito de argumentos que deixa a gente indignado, temas que já passaram e as pessoas esquecem e mesmo os atuais para dialogarmos um pouco certo e quem quiser mandar assuntos para que eu possa postar fiquem a vontade.
E para começar quero relembrar um assunto que vi em uma emissora de televisão.
Como estamos em ano de eleição é a respeito de um candidato a nossa presidência da republica de quem eu vou relatar, pois bem tenho a certeza de que uma minoria, mas uma minoria mesmo viu este comentário e quem viu tenho a certeza de que quase que ninguém prestou atenção e tiraram suas conclusões, eu tirei a minha e o assunto é:
Assim que o nosso atual governador do Estado de São Paulo ganhou as eleições para governador ele foi entrevistado por uma repórter de uma rede de televisão conhecidíssima, pois bem, olhe só onde ele estava cedendo a entrevista, no quintal de sua casa (mansão). Então na ocasião a jornalista lhe entrevistando dando os parabéns pela conquista do cargo (emprego público), rasgando ceda para o lado do mais novo eleito governador do Estado de São Paulo, observou um pé de jabuticaba e disse para o Governador:
- Nossa que lindo este pé de jabuticaba? O nosso Governador sorrindo lhe respondeu:
- Realmente é lindo, o pé de jabuticaba este pequeno ainda... (sorriso novamente), vai ficar para os meus netos (família) desfrutar.
A repórter sorriu meio que sem graça e partiu para outra pergunta.
Essas pequenas palavras trocadas entre o Governador de São Paulo e a repórter me fizeram pensar. Veja só caro amigo o governador se referiu a seu neto, por quê?
Eu penso que ele esta preocupado com o bem estar de sua família, não que ele deveria falar que o pé da tal fruta era pra alimentar os pobres, mas não precisava mencionar um membro de sua família, pois se assim o fez, quando em seu gabinete surgir uma oportunidade de emprego quem vai ocupar a função Em...
É isso aí e fim de assunto.

Nenhum comentário: